Você sabia que seu tom de voz influencia no desfralde do seu filho?

Home / desfralde / Você sabia que seu tom de voz influencia no desfralde do seu filho?

Você sabia que seu tom de voz influencia no desfralde do seu filho?

 

Sabe…

Uma coisa que eu não falo muito aqui, mas queria chamar atenção de vocês é a maneira como vocês falam com os filhos de vocês nesse momento de desfrade.

Na verdade, não só no momento de desfralde, mas como nosso canal é sobre isso, eu vou falar, principalmente, sobre o momento de desfralde.

Por quê?

Quando a gente fala de desfralde, é um momento que a criança precisa de segurança.

Então, a gente precisa dar segurança, a gente precisa falar para ela de uma forma que ela se sinta segura para ela mesma fazer seu próprio desfralde.Já ouviu falar que o desfralde é da criança, pois é.

De como que a gente vai conversar com elas, tá?

A primeira coisa que eu vejo muito acontecer e que, na verdade, eu não falo muito porque é uma escolha de cada um, mas eu acho que vale a pena chamar atenção é: as crianças de desfralde não são mais bebês. Essa é a primeira coisa.

Eu vejo muito assim: “Minha bebê tem 4 anos” “Minha bebê tem 5 anos” “Minha bebê tem 3 anos” Nas minhas consultorias, eu já atendi muitas criancinhas que não queriam sair da fralda por que elas gostavam de ser bebês. Então, acho que a gente tem de começar a falar diferente.  Podemos e devemos  ser tão carinhosos quanto à época de  bebê. Mas que tal  a gente chamar-los de mocinho e/ou de mocinha?

A segunda dica que eu queria falar é não levantar a voz. A gente precisa mostrar respeito com as nossas crianças. E quando a gente grita, a gente perde a razão. Então, vai chegar uma hora que ele vai falar: -”Ahhh minha mãe vive gritando mesmo, meu pai vive gritando mesmo… Eles já falam assim naturalmente”. E isso é muito ruim, por que no dia que vocês  realmente precisarem gritar, não vai fará o efeito.  E aí vocês vão acabar passando para a próxima fase, que é a fase da violência, QUE É A FASE QUE NÃO PODE ACONTECER DE FORMA ALGUMA.

Então, como que deveria ser essa conversa? Essa fala?

Sempre gentil e firme.

É o momento de vocês darem à seus filhos a segurança que ele precisa para desfraldar.  Então, não façam tudo que a criança quer. Sejam mais diretos: “Você quer de laranja ou de uva?” Ao invés de  “Qual suco você quer?” “Você vai colocar os shorts verde ou os shorts vermelho?”E não “Qual shorts você quer?”

Cuidado com as mudanças de opinião toda hora, né? Então uma hora você usa fralda, outra hora você não usa. Uma hora hoje usa o penico, outra hora você usa o vaso. Então, a criança está procurando a segurança do desfralde em vocês. Então, se vocês não conseguirem ser firmes e gentis , se ficarem mudando de opinião toda hora… se vocês não conseguem mostrar à eles que eles não conseguem fazer as coisas sozinhos, o desfralde não vai acontecer. Beijo e até a próxima semana!

 

Deixe um comentário

Digite o termo e aperte Enter para pesquisar

001